As pequenas empresas e o marketing

Não tem mistério: Marketing gera demanda para o negócio e instiga o consumidor a comprar. Da mesma forma que marketing não é só comunicação, promoção não é só liquidação. Estas máximas parecem tão simples que não seriam dignas de estarem aqui, porém, não é o que constata uma pesquisa realizada em 2008 com 411 empreendedores catarinenses de micro e pequenas empresas.

De forma geral, a maioria dos entrevistados não tem planejamento de marketing formalizado, bem como não buscam auxílio profissional para suas ações e estas ações são baseadas no empirismo. Não há mensuração dos resultados. Quanto aos pontos positivos apontados pela pesquisa, um bom número de empreendedores admitem conhecer o conceito de marketing e dar maior atenção à área anos últimos anos. Em geral tem investido em diferentes meios de comunicação.

Então por onde começar?

O primeiro passo para desenvolver uma estratégia de marketing eficiente é conhecer seu público-alvo. Necessariamente conhecer o perfil e o comportamento de compra. Só será possível otimizar os recursos se os investimentos forem feitos nos meios de comunicação certos e com a mensagem certa. Não é possível matar um leão com uma espingarda de chumbinhos.

 É imprescindível saber contra quem você está jogando, ou seja, quem são os concorrentes, o porte destas empresas, “poder de fogo” e obviamente seus pontos fortes e fracos. Um dos caminhos para se desenvolver um diferencial competitivo passa obrigatoriamente por conhecer o mercado concorrente.

Mesmo sabendo detalhes dos consumidores e concorrentes o “tiro pode sair pela culatra”. Internamente o negócio tem que estar preparado para atender as expectativas dos clientes. A capacidade de satisfazer a demanda passa por entregar os pedidos no prazo e com a qualidade desejada. Se você não tem condições de produzir a quantidade de produtos que o mercado pode solicitar, vá devagar com a divulgação.

Já dizia a vovó: Os passos devem ser dados conforme o tamanho das pernas. Muitos dos levantamentos apontados aqui não necessitam de substanciais investimentos financeiros, porém, a preparação da estrutura para atender a demanda e a contratação de comunicação envolvem dinheiro. Ajustar as ações às condições financeiras da empresa é crucial.

É do senso comum que em um mercado competitivo como o das micro e pequenas empresas criatividade e inovação fazem a diferença quanto a conquistar o interesse do consumidor. Assim ganhar mercado e crescer é para quem está preparado e tem informação, porém dados não são nada se não gerarem ações. Buscar aconselhamento profissional e trocar informações com outros empreendedores auxiliará na tomada de decisões.

Publicado na página 10 do jornal Folha SC, Coluna Empreendedorismo, em 22/11/2011 (www.folhasc.com)

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s